• Como  me tornar num bom artista marcial

    Como me tornar num bom artista marcial

    Para se tornar bom artista marcial, você tem que se comprometer a aprender . Mas, por vezes , os maus hábitos podem impedi-lo de obter o rendimento máximo do seu Mestre, instrutores, colegas e academia . Deixo aqui algumas dicas e  orientações, para poder aprender artes marciais com o melhor das suas capacidades e potenciar  as mesmas.
    Lembre-se que a persistência supera o talento, não importa se tem jeito ou não. Se continuar a tentar pode fazer melhor do que os mais talentosos estudantes que nunca tentam!. Perseverança é o cerne para aprender artes marciais. Não importa quantas vezes falha, tem é de levantar a cabeça e continuar a tentar!  Os colegas de treino irão respeitá-lo por isso, e irá respeitar-se a si mesmo.
    É mais fácil persistir se colocar metas e objectivos a médio prazo (por ex: desenvolver a elasticidade, potenciar a rapidez e qualidade dos pontapés mais básicos) e longo prazo (por ex: chegar a cinto negro) . Tem de saber o que se quer para conseguir chegar ao destino.
    Escute
    Muitas vezes, o som da própria mente pode abafar o que o Mestre ou um colega está a tentar explicar. Ouça com atenção. Pense nisso. Se não perceber pergunte, mas lembre-se que existe um momento e um lugar certo para o fazer. Em muitas aulas de artes marciais tradicionais , interromper uma aula  para fazer perguntas não é apropriado. Em vez disso , guarde as suas perguntas para antes ou depois da aula.
    Observe
    Além de ouvir o que o Mestre ou colega diz, observe o que que ele faz. Tente imitar a maneira como ele realiza técnicas. Muitas perguntas podem ser respondidas e problemas resolvidos se você simplesmente fizer o que o Mestre (e os alunos mais antigos ) estão a fazer.
    Muitas vezes, especialmente no caso do comportamento e etiqueta , eles ensinam mesmo sem saberem que estão a ensinar . Se todos se levantam e se curvam quando o Mestre entra na sala, provavelmente deveria fazer o mesmo , mesmo que ninguém lhe diga para o fazer .
    Finalmente, observe o que faz . Por isso é que a maioria das salas de aula têm espelhos.
    Visualize
    A visualização criativa pode levar ao sucesso. Imagine-se a realizar uma forma perfeitamente. Imagine-se a executar um pontapé perfeito. Antes da aula, a meditação serve para limpar a mente e em seguida, pensar em ter uma prática perfeita. Depois da aula , a meditação serve para relaxar e ter um momento para pensar no que  fez e como pode melhorar o seu desempenho na próxima vez.
    Aceite
    Aceite a crítica construtiva do seu Mestre e colegas se estiver a executar as técnicas de forma incorrecta. Não se desiluda ou pense que eles querem humilhar, pois eles só querem o seu bem-estar. Logo aceitar as criticas é fundamental para evitar lesões a nível de articulações etc…
    Repita
    Não pode dominar as técnicas de artes marciais sem praticar e repetir muitas vezes . Às vezes, porém,  não percebe quanta prática as técnicas exigem. A maioria dos Mestres concordam que, embora seja possível obter a sensação de uma boa execução de uma técnica muito rapidamente, dominar uma técnica demora imenso tempo. Então, não fique frustrado se ainda tem problemas para executar um pontapé lateral se só o fez durante três meses. O aperfeiçoamento é continuo e infinito.
    Humildade
    Quem entre nós não assistiu a alguém obter um castigo? E quantas vezes já se riram por outro estar a ser castigado?  No entanto temos de entender que na próxima vez podemos ser nós. Mesmo os melhores artistas marciais caiem, esquecem-se de algumas técnicas, enganam-se ao executar as formas e perdem combates com cintos menos graduados. Se formos humildes, esses inevitáveis contratempos não se transformam em grandes humilhações. A humildade também é necessária para a aprendizagem. Se você acha que sabe tudo , nunca irá aprender algo de novo.
    Disfrute
    As artes marciais são efectivamente perigosas, aprender técnicas que podem magoar outras pessoas é algo realmente muito sério. Aprender a defender-se é uma grande responsabilidade . No entanto, não  esqueça que as artes marciais também são a melhor fonte de auto-estima e anti-stress se forem praticadas com alegria, dedicação e com o intuito de ser a cada treino melhor que o meu Eu de ontem.

    Fernando Branco

    Sabum

    Conheces alguém que deveria ler isto? Partilha!

    👇👇👇👇👇👇